domingo, dezembro 04, 2016

Meia maratona a cântaros




Depois de um sábado inteiro a chover, a noite pareceu dar tréguas. Mas hoje de manhã o chuveiro do céu estava ligado e assim se manteve até perto do meio dia.

Na preparação para a Maratona de Sevilha, esta semana não houve longão. Para variar foi introduzida mais uma participação na meia-maratona dos descobrimentos.
Até meia hora da partida estive no carro, abrigado da chuva, depois fui para uma cobertura no CCB e a cerca de 10 minutos da partida lá se fez um sprint até ao respectivo lugar. A participação foi elevada e por isso as primeiras centenas de metros deram para aquecer calmamente e ir ultrapassando a multidão.
Apesar do calmo começo, os primeiros 5 km foram feitos a um ritmo bem aceitável pois o vento estava ligeiramente contra. Depois dos 10 km passei pelo Carlos, falámos um pouco e depois eu segui no meu ritmo. Na zona da ribeira das naus e até ao Rossio não dava para evitar os lagos existentes no pavimento e os pés ficaram encharcados. As sensações do corpo eram óptimas e deu para ir subindo sempre de ritmo até ao final. Deu para fazer um tempo na casa da 1h45m (por acaso no site o resultado liquido dá abaixo da 1h45m), coisa impensável há uns meses... e há uns kg também (desde Junho já foram 13kg...).

Aqui fica a minha análise (review) da prova de hoje:

Pontos Positivos:
- Local da prova
- Lebres para tempo
- Muitos participantes
- Tempo de prova liquido
- Abastecimento solido
- Copo de isotónico no final 


Pontos Negativos:
- Primeiros km sem separação de faixas, relativamente a quem já tinha feito o retorno
- Mau piso na zona entre Cais Sodré e Santa Apolónia
- Zona final pós meta muito apertada


Fica aqui o registo da prova no Strava:
Abraços e boas corridas!

Nuno

Sem comentários: